Os benefícios da virtualização

Última atualização:
4 de outubro de 2023

Os benefícios da virtualização

A virtualização pode ser definida como a tecnologia que cria representações virtuais de máquinas físicas (ou seja, servidores, armazenamento e redes), aplicativos, desktops, armazenamento ou dados. Devido à variedade de elementos de computação que podem ser virtualizados, a virtualização oferece benefícios em vários domínios, incluindo infraestrutura de TI, desenvolvimento de software e implementação de aplicativos.

Benefícios da virtualização para a infraestrutura de TI

Economia de custos: A virtualização permite que a TI faça uso eficiente de recursos de hardware caros, alocando dinamicamente CPU, memória e armazenamento para máquinas virtuais (VMs), conforme necessário, para otimizar a utilização dos recursos. A virtualização também permite que a TI consolide várias cargas de trabalho em menos servidores físicos para reduzir o consumo de energia.

Flexibilidade: Como as VMs são executadas separadamente do hardware subjacente, a TI pode mover as VMs de um servidor físico para outro sem fazer alterações na VM. Esse recurso permite que a TI execute operações de balanceamento de carga, manutenção de hardware e recuperação de desastres com pouco ou nenhum tempo de inatividade. Além disso, as VMs podem ser facilmente criadas, clonadas ou excluídas. Essa flexibilidade simplifica o escalonamento dos aplicativos para cima ou para baixo, conforme necessário, levando a uma maior agilidade nas operações de TI.

Complexidade reduzida: Como várias cargas de trabalho podem ser consolidadas em menos servidores físicos, a TI tem menos servidores físicos para gerenciar. E, como a TI pode tirar instantâneos do estado de uma VM em um momento específico, é mais fácil e menos complexo se recuperar de falhas no sistema ou perda de dados, simplificando o backup e a recuperação de desastres. Por fim, as ferramentas de gerenciamento de virtualização oferecem controle centralizado, facilitando o provisionamento, o monitoramento e o gerenciamento de VMs.

Segurança: Como as VMs são isoladas umas das outras, os problemas em uma VM (ou seja, falhas ou violações de segurança) não afetam as outras no data center, aumentando a segurança e a estabilidade da infraestrutura. Esse isolamento também facilita a implementação de medidas de segurança, como firewalls, sistemas de detecção de intrusão e segmentação de rede.

Independência de hardware: Como a TI pode executar VMs com aplicativos e sistemas operacionais (SO) mais antigos em hardware moderno, uma organização pode continuar a executar sistemas legados essenciais aos negócios.

Eficiência: A TI pode garantir que o uso de recursos de uma VM não afete negativamente outras VMs no mesmo servidor, definindo limites de recursos, permitindo o gerenciamento eficiente de recursos e evitando gargalos de desempenho. Além disso, a virtualização pode fornecer à TI recursos de clustering de failover e migração em tempo real, que aumentam a disponibilidade do sistema em caso de falha, transferindo automaticamente as cargas de trabalho para hosts íntegros e automatizando tarefas de gerenciamento repetitivas.

Benefícios da virtualização para o desenvolvimento de software

Economia de custos: A virtualização permite que várias VMs sejam executadas em uma única máquina física, reduzindo a necessidade de os desenvolvedores terem vários sistemas, reduzindo os custos de hardware, o consumo de energia, a manutenção e o espaço.

Flexibilidade: Além de permitir que os desenvolvedores executem várias VMs em uma máquina física, as VMs podem ser facilmente criadas, clonadas ou excluídas, permitindo que os desenvolvedores criem ou removam ambientes de teste com facilidade.

Segurança: As VMs podem ser isoladas e segmentadas, facilitando a implementação de medidas de segurança, mesmo no nível da máquina.

Independência de hardware: A virtualização permite que os desenvolvedores trabalhem em aplicativos e sistemas operacionais mais antigos usando hardware moderno, prolongando a vida útil dos aplicativos de missão crítica. A virtualização também permite que os desenvolvedores escrevam códigos para um sistema operacional diferente do da máquina física que estão utilizando.

Eficiência: Os desenvolvedores podem criar e executar VMs com diferentes configurações e sistemas operacionais para criar e testar software em vários ambientes sem a necessidade de máquinas físicas separadas. A virtualização também pode ajudar nos esforços de conformidade, fornecendo um ambiente controlado e auditável para testes e validação. Por fim, como os desenvolvedores podem tirar instantâneos para capturar o estado de uma VM em um determinado momento, é mais fácil recuperar e restaurar os dispendiosos esforços de desenvolvimento de aplicativos no caso de uma falha no sistema.

Benefícios da virtualização para a implantação de aplicativos

Diferentemente dos produtos de virtualização usados para criar servidores e máquinas de desktop virtuais, a virtualização de desktops eaplicativos/edição de aplicativos separa o ambiente de desktop e os aplicativos do sistema operacional do dispositivo físico usado para acessar esses desktops e aplicativos. Essa separação permite que conjuntos de aplicativos hospedados centralmente sejam publicados e fornecidos a uma variedade de dispositivos de usuários finais.

Em comparação com as abordagens tradicionais de fornecimento de aplicativos, a virtualização de desktops simplifica a função da TI, centralizando a manutenção e as atualizações de aplicativos, e oferece aos usuários uma experiência completa de desktop e aplicativos em qualquer dispositivo, independentemente de onde estejam.

A virtualização de desktops e aplicativos/edição de aplicativos oferece os seguintes benefícios para a TI e os usuários finais:

Economia de custos: A virtualização reduz a necessidade de hardware físico moderno, o que leva a uma economia nos custos de aquisição e manutenção de hardware.

Flexibilidade: A virtualização permite que os usuários utilizem qualquer sistema operacional e dispositivo de sua preferência e ainda sejam produtivos ao usar aplicativos corporativos. Além disso, os aplicativos virtualizados são menos afetados pela rede doméstica do usuário, com seus firewalls não gerenciados, largura de banda variável, uploads lentos, alta latência e baixa qualidade de sinal.

Complexidade reduzida: Como a virtualização prolonga a vida útil do hardware físico, ela estende os ciclos de compra e substituição de computadores do usuário final, reduzindo a complexidade do gerenciamento de dispositivos do usuário final para que a TI possa dedicar mais tempo a projetos estratégicos.

Segurança: Como os aplicativos virtuais são executados em um servidor e não no dispositivo do usuário, o aplicativo e os dados gerados não são suscetíveis a possíveis ameaças de (por exemplo) malware instalado inadvertidamente na máquina de um usuário final.

Independência de hardware: A virtualização permite que desktops e aplicativos sejam executados em hardware desatualizado, prolongando a vida útil do hardware e permitindo que os usuários sejam produtivos independentemente do dispositivo que usem, mesmo que o sistema operacional do dispositivo seja diferente do sistema operacional do aplicativo. Além disso, a virtualização permite que um usuário execute um aplicativo legado de missão crítica em um hardware moderno, prolongando a vida útil desse aplicativo.

Eficiência: Com a virtualização de desktops e aplicativos, a TI não precisa mais se esforçar para manter os dispositivos dos usuários finais atualizados e em manutenção, pois os aplicativos e desktops virtualizados podem ser executados em um dispositivo do usuário final usando um cliente de pequeno porte para exibir os aplicativos virtualizados ou publicados.

Benefícios da virtualização para ISVs do Windows

 Se você for um ISV do Windows®, a virtualização pode:

  • Aumente a eficiência e a eficácia ao fornecer seu aplicativo aos clientes a partir de uma nuvem pública, privada ou híbrida;
  • Permitir que sua equipe de desenvolvimento faça mais com menos e agilizar os testes e a validação de software; e
  • Disponibilize seu software Windows para clientes que usam hardware desatualizado ou sistemas operacionais que não são Windows.

 O GO-Global® oferece benefícios adicionais aos ISVs do Windows, incluindo:‍

  • Economia significativa de custos em relação a outras soluções de virtualização: até 40% menos que o Microsoft® RDS e até 70% menos que as soluções de aplicativos e desktops virtualizados da Citrix® e da VMware®;
  • Resolva os problemas da rede doméstica do usuário com o protocolo de baixa largura de banda proprietário da GO-Global, o RapidX Protocol (RXP), que melhora o desempenho dos aplicativos em redes com baixo desempenho;
  • Forneça segurança adicional ao aplicativo com autenticação de dois fatores e suporte para OpenID® para permitir o logon único para aplicativos Windows;
  • Executar aplicativos do Windows em um navegador para clientes que não querem instalar um cliente em seus computadores; e
  • Reduza a complexidade da infraestrutura utilizando os recursos fornecidos pelo seu serviço de nuvem, como balanceamento de carga e ferramentas de segurança.

 Para saber mais sobre a GO-Global, solicite uma demonstração aqui ou faça o download de uma avaliação gratuita de 30 dias.